Prevenindo Doenças PulmonaresMuitas doenças pulmonares estão diretamente ligadas ao tabagismo. Lembre-se que parar de fumar irá diminuir os riscos do fumo a sua saúde. Com o tempo, a maioria dos fumantes adquire a bronquite crônica, sendo impossível evitar as “tosses de fumantes”, dor no peito, desconforto e, principalmente o enfisema pulmonar, que é a falta de ar cada vez maior e a necessidade de se evitar qualquer esforço. Mas nem sempre é tarde demais: a interrupção do tabagismo também ajuda, pois evita a progressão da doença.

Outras doenças pulmonares são adquiridas por vírus e bactérias e muitas são contagiosas. Portanto, é importante alguns cuidados ao entrar em contato com as pessoas, principalmente em épocas em que a virose se espalha, normalmente no inverno.

Saiba como se prevenir as doenças pulmonares:

- Lave as mãos antes das refeições, ao chegar em casa e, principalmente, após o contato com outras pessoas. Não leve a mão ao nariz e à boca antes de lavá-la.

- Leve a mão à boca quando tossir ou espirrar e se afaste um pouco quando a pessoa for praticar tais atos.

- Não compartilhe objetos pessoais com pessoas infectadas.

- As vacinas contra gripe são importantíssimas para a prevenção de muitas doenças pulmonares.

- Para a prevenção da pneumonia existe a vacina contra o Pneumococo, o principal agente da doença.

- A vacina BCG, aplicada no recém-nascido, é importantíssima para a prevenção da tuberculose.

- A vacina contra o vírus influenza também é importante para a prevenção de várias doenças e deve ser aplicada anualmente em idosos e em pessoas que são mais vulneráveis a ter pneumonia.

Para quem tem asma, orienta-se evitar qualquer exposição aos estímulos que resultam na crise asmática, como: fumaça, alterações climáticas, poeira, mofo, atividade física, medicamentos, ingestão de determinados alimentos, pelos de animais, cheiros fortes, etc. 

Lembre sempre da importância do uso correto dos equipamentos de segurança em locais de trabalho, como exemplo a máscara, que é necessária em fábricas onde há um grande fluxo de fumaça e ar poluído, pois ficar exposto a certos tipos de componentes químicos ou poluentes pode contribuir para o surgimento de doenças pulmonares. Esse é um trabalho de fiscalização dos profissionais da medicina ocupacional.